Viagem para a Europa: Fique atento
aos documentos obrigatórios

Se a sua próxima viagem tiver como destino um dos 26 países pertencentes ao Tratado de Schengen, é bom ficar atento aos documentos que todos os visitantes brasileiros precisam apresentar para ingressar no espaço europeu.

Embora os cidadãos brasileiros possam entrar nesses países (exceto o Reino Unido) sem a necessidade de visto e até mesmo circular entre eles sem precisar apresentar seus passaportes nas fronteiras, alguns itens obrigatórios podem definir se terão ou não a entrada autorizada.

REQUISITOS PARA ENTRADA NA EUROPA

    – Passaporte válido por no mínimo mais seis meses além da data da viagem;
    – Passagens para todo o percurso da viagem até o retorno com data marcada para o Brasil (não pode estar em aberto);
    – Comprovante de reserva paga em hotel, ou carta-convite de quem se responsabilizará pela hospedagem, preenchida em formulário próprio que varia de formato, custo e órgão expedidor conforme o país europeu de destino;
    – Documento comprobatório de reserva de plano de viagem (“voucher”, por exemplo), com itinerário;
    – Posse de recursos financeiros para se manter no país durante a estada, nos valores mínimos de aproximadamente 60 euros diários por pessoa e 600 euros por qualquer período, em dinheiro ou cheques de viagem ou certificados, devendo cartões de crédito estar acompanhados de carta do banco especificando o limite do cartão;
    – Para os que viajam para participar sem remuneração de congressos, conferências, seminários, concursos e outros eventos do gênero, carta-convite da instituição organizadora, comprovante de inscrição, cartão de acesso, programa ou outro documento sobre o evento que contenha algum registro comprovando sua validade, tal como autenticação;
    – Comprovante autenticado de emprego no Brasil, se for o caso; e
    – Seguro viagem internacional, exigido por alguns países, no valor mínimo de 30 mil euros.
    – A partir de 2021, a autorização de viagem ETIAS.

Dicas importantes: leve os documentos impressos e consulte sempre o consulado ou embaixada para saber se existem outros requisitos de entrada no país.