Viagem Reino Unido

Os brasileiros que pretendem viajar ao Reino Unido a turismo ou a negócios não precisam de visto, desde que a viagem não ultrapasse 180 dias. Se o propósito da viagem for outro, como trabalho, estudo, estágio, reunião familiar, casamento etc., os interessados devem informar-se sobre a necessidade de visto e demais exigências para a entrada e permanência no país junto às autoridades britânicas. As informações relativas aos procedimentos de entrada no Reino Unido estão disponíveis no site oficial do governo britânico.
https://www.gov.uk/uk-border-control

Antes de chegar a imigração, os viajantes brasileiros recebem o landing card, um cartão azul e branco que deve ser preenchido com os dados pessoais e da viagem. Esse cartão deve ser apresentado junto com o passaporte nos guichês de controle migratório.
Para assegurar-se de que o objetivo da viagem é aquele declarado, a autoridade de imigração costuma solicitar apresentação de bilhete aéreo de retorno, prova de recursos financeiros suficientes para se manter no Reino Unido, reservas de hotel, cartas de amigos onde se hospedará etc. Contradições nas declarações ou falta de documentos que comprovem o objetivo da viagem podem resultar na negação de entrada.

Lembre-se: O passaporte é obrigatório e deve ser válido durante toda a permanência no Reino Unido.

Importante: Antes de viajar ao Reino Unido é aconselhável fazer o cadastro consular -declaração voluntária com informações de dados de contato – que serve para auxiliar na localização de brasileiros no Reino Unido em casos de emergências e calamidades públicas.
Para se cadastrar ou atualizar o cadastro, preencha o formulário online aqui.
http://cglondres.itamaraty.gov.br/pt-br/cadastro_consular.xml#

Seguro de viagem
Brasileiros devem contratar um plano de seguro de viagem internacional com cobertura para incidentes, como internação hospitalar, assistência farmacêutica, acidentes de carro, extravio de bagagem, traslado de corpo etc., antes de viajarem ao Reino Unido.
É que lá, os turistas brasileiros não têm direito à assistência gratuita no Serviço Nacional de Saúde britânica (NHS). Em caso de emergência, o paciente recebe apenas os primeiros socorros em hospitais públicos e, caso necessite de internação, terá que arcar com todos os custos do tratamento.
Outro problema é em relação a casos de falecimento de brasileiros no Reino Unido. Lá não há previsão orçamentária para que o Consulado pague despesas relativas à contratação de funerárias, à expedição de documentos ou à repatriação de corpos. Se o brasileiro não contar com seguro, tais despesas correrão por conta da família do viajante.
Embora o seguro viagem não seja obrigatório no Reino Unido, viajar sem ele é um risco que poderá custar muito caro em uma eventualidade.
Conheça aqui os planos do Ita Seguro Viagem e escolha o que melhor atenda o perfil da sua viagem.

Viagem de menor
A apresentação de autorização de viagem de menor é obrigatória para o viajante brasileiro:
    – Que sai do Brasil na companhia de apenas um dos genitores, de terceiros ou desacompanhados.
    – Que resida no exterior, tenha outras nacionalidades ou esteja viajando com passaporte estrangeiro.
    – Filho de brasileiro, nascido no exterior, que ainda não tenha sido registrado em Repartição Consular.